Batman V Superman: Man Pain

batman v superman

Então, né, gente. Cá estamos.

Vou começar o texto já falando o que o título deixa bem claro: Eu não gostei do filme. Eu sai dele me perguntando porquê eu tinha perdido o meu tempo com esse filme quando eu poderia estar assistindo qualquer outro em cartaz. E, olha, ingresso de cinema está caro. De qualquer maneira, eu fui ver o filme e tentei ser imparcial assistindo. Já tinha lido as reviews que falavam mal dele – várias delas, muitas mesmo – e já tinha me divertido com a ideia de que seria um filme que iria marcar uma geração com uma grande falta de trama. Só que eu realmente tentei aproveitar o filme, tentei aproveitar a grande trama que eles estavam tentando criar e, acima de tudo, tentei aproveitar a ideia de ver dois super-heróis que eu não particularmente gosto se batendo.

Depois de 1h30 de filme e nada tendo acontecido, eu desisti de aproveitar o filme e de ficar falando para mim mesma ‘ok, agora vai melhorar!’. Não vai melhorar, não melhora.

Batman v Superman praticamente peca de todas as formas que um filme de super-heróis peca para mim. O primeiro ponto é o que eu gosto de chamar de um filme que se esforça muito para ser DARK and EDGY and DRAMATIC, o que pode ser traduzido por um filme que você consegue ver que ele está tentando muito ser aquele filme super sério que vai fazer todos ficarem pensando no final do filme e refletindo filosoficamente. O filme tenta muito, muito mesmo, ser esse filme. Quase 2h33 de falas dramáticas, ângulos dramáticos, frases fortes e cheias de efeito moral, alucinações que são feitas para nos ensinar morais e lembranças de um passado sombrio (como o fato de nós termos que ver DE NOVO os pais do Bruce Wayne serem mortos).

O filme inteiro gira ao redor do argumento de que talvez, algum dia, o Superman se torne uma força fora de controle e vira um combatente da raça humana e eles repetem tantas vezes que isso é muito provável e que ele poderia aniquilar toda a nossa raça que você quase acredita que seja uma possibilidade real. Como o próprio Bruce diz em um desses grandes momentos dramáticos: se há no mínimo 1% de dúvida sobre se isso aconteceria é preciso que medidas sejam tomadas. Só que, de verdade, quem realmente sentiu o efeito de que isso era uma possibilidade? Dói em mim ter que defender o Superman – uma vez que eu detesto o Superman -, mas o jeito como o Batman fica ‘vilanizando’ ele o filme inteiro sem nenhum motivo faz com que eu pense que ele estava, na verdade, de recalque.

O Bruce começava a falar sobre o Superman e eu começava a pensar ‘mas você tá tão chateadinho assim porque ele ganha umas manchetes de jornal boas?’. O Batman tinha aquelas cenas marcantes de combate com o Superman e eu só conseguia pensar: ‘isso é realmente sobre a Man Pain do Batman?’.

tumblr_o4j3fvo2qu1tgrtyvo1_500

Quando o grande dilema do filme é resolvido pelo fato de que o Bruce e o Clark tem mães com o mesmo nome e então o Batman decide salvar a mãe do Clark SÓ PORQUE ELAS TEM O MESMO NOME, eu cheguei a conclusão que era recalque sim. Batman estava com ciuminho porque os jornais não gostaram da abordagem dele de bandido bom é bandido torturado e marcado para morrer na prisão. Ele deveria vir conversar com os leitores brasileiros de jornais que iriam adorar essa abordagem, como se pode ver diariamente em comentários de portais de notícias. Se o Batman nessa abordagem estivesse no Brasil, ele provavelmente iria ser aclamado o grande salvador da pátria e homenageado pelas incríveis bancadas da bala espalhadas pelas assembleias do país.

Aliás, além de recalcado o Batman desse filme é um hipócrita. Ele pode sair por ai torturando e matando as pessoas e o Superman tem que ser punido porque ele acidentalmente quase demoliu a cidade inteira enquanto estava tentando salvar a cidade? Tipo, gente? Batsy, você não tem moral para falar do Supes, ok? Você tá matando todo mundo aí. Você arremessou um carro em cima de outro carro com o Batmóvel. Você tem uma metralhadora com balas de verdade acoplada no Batmóvel. Você está deliberadamente torturando e marcando as pessoas com um morcego enquanto sabe plenamente que isso vai fazer com que elas sejam mortas na prisão. Isso não é o tipo de atitude de alguém que pode julgar outra pessoa por matar, ainda mais mortes que foram acidentais.

No final de tudo, eu juro que eu fiquei tentando entender esse filme, mas ele não fez o menor sentido. E, no final, Batman v Superman foi sobre o Batman tendo uma grande Man Pain, sobre o Lex Luthor sendo megalomaníaco, sobre o Superman tendo nenhum desenvolvimento no filme, sobre como a Louis ama o Superman demais mesmo ele só tendo biquinho e sobre como a Wonder Woman vai ser uma personagem maravilhosa quando se derem ao trabalho de dar uma personalidade para ela.

tumblr_inline_o4mzf2avtg1rlxe8x_540
Maravilhosa demais mesmo sem personalidade nenhuma <3

No fim, eu só tenho que lembrar ao leitor casual que eu não sou exatamente fã de quadrinhos e não os leio. Então se você quiser uma opinião de alguém que é tão viciado em quadrinhos que fez a monografia sobre quadrinhos e tem um vlog sobre quadrinhos, deixo um vídeo aqui no final.

Aliás, vamos lembrar que logo vai sair um filme maravilhoso do morcegão!

tumblr_o4kb9km0ol1tf48o1o5_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s